Falando um pouco de M&A – Entendendo os tipos de venda de quotas de participação



Por Jiro Ogasawara

Em conversas com diversos donos e sócios de empresas, identificamos que ainda existe muita dúvida com relação ao entendimento dos tipos de venda de quotas de participação – a primária (também conhecida como cash-in no mundo dos termos do M&A) e a secundária (cash-out).

A ideia deste post é esclarecer este entendimento de maneira a mais simples possível. Desta forma, não entraremos em profundidades técnicas.

Venda primária – o novo sócio coloca o “dinheiro novo” no caixa da empresa gerando um aumento das quotas de participação da empresa.

Venda secundária – o novo sócio compra parte das quotas de participação já existentes dos detentores destas quotas. Isto significa que o dinheiro pago pela aquisição das quotas existentes será pago aos sócios que estão vendendo estas quotas. Assim, o dinheiro pago pelo novo sócio irá para o bolso dos sócios que venderam as quotas.

Os tipos de venda não são excludentes e podem existir os dois tipos na mesma transação (deal).

Para ilustrar melhor, vamos a um exemplo numérico:

ma2

Em um processo de venda de empresa, seja parcial ou total, todos os aspectos envolvidos (financeiro, sinergias, cultural, operacional e emocional) podem levar a uma negociação desproporcionada com depreciação do valor envolvido na transação. Por este motivo, um assessor que trabalhe exclusivamente para os vendedores faz sentido.

A AGR atua com fusões e aquisições de empresas de médio porte e também com consultoria em empresas de grande e médio porte. Estamos à disposição para ajuda-los. Fique à vontade em conversar conosco. O responsável pela área de fusões e aquisições da AGR é o Jiro Ogasawara (11.98457.9708 ou jiro.ogasawara@agrconsultores.com.br).