Papo Jedi: Você está preparado para o MDF-e 3.0?

02/06/2017

Por Lilian Marques

A automatização dos documentos fiscais já é uma realidade vivida por todas as empresas em todos os setores.

Nesse momento, tanto a nota fiscal eletrônica (NF-e) quanto o manifesto de carga eletrônico (MDF-e) passarão por atualizações de versões que contemplam novas validações e obrigatoriedades não previstas na versão anterior.

No dia 02 de outubro entrará em vigor a versão 3.0 do MDF-e que validará algumas informações relacionadas à prestação do serviço de transporte. A vinculação da placa do veículo ao CNPJ do transportador, a verificação da validade do RNTRC (Registro Nacional dos Transportadores Rodoviários de Carga), a averbação do seguro obrigatório e a validação do CIOT (Código Identificador da Operação de Transportes) serão obrigatórias. Essas exigências têm como base a resolução número  4.799, de 27 de julho de 2015 da Agência Nacional do Transporte Terrestres (ANTT ).

Dentre os impactos dessa nova versão, podemos elencar:

  • A averbação do seguro com a seguradora. Como será a comunicação entre as empresas transportadoras, seguradora e embarcadoras?
  • Quais os impactos com o transbordo e cross docking, já que o manifesto deve ser emitido a cada alteração de veículo?
  • As integrações entre as partes envolvidas e a integração com os órgãos regulatórios já existem?
  • Quais os impactos nos tempos de execução e nos processos da sua operação?

Vale lembrar que o não cumprimento da emissão do MDF-e pode resultar em multa que varia de R$ 550 a R$ 1.500, dependendo do tipo da infração.

Entre em contato conosco caso queira falar mais sobre esse assunto.

Compartilhe esta página: